Jardim de Infância António Pinheiro Pinto Basto

Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.

Pré-Inscrição

Para efeitos de admissão, as inscrições provisórias devem ser efectuadas entre o dia 1 e 30 de Abril do ano em que pretendem candidatar-se.

As admissões estão sujeitas às vagas existentes.

Obtenha aqui o formulário para fazer a pré-inscrição. 

Critérios de admissão
A criança será admitida para a respectiva valência, em conformidade com a sua idade, depois de analisada a candidatura e até ao limite de vagas estipuladas para cada valência estabelecidas no Acordo de Cooperação celebrado entre a Direcção da Instituição e o Instituto de Solidariedade  Social e considerando prioritariamente os seguintes casos:

  • Crianças filhos de funcionários da Instituição

Crianças que tenham irmãos a frequentar a Instituição.

Crianças em risco social cujos casos sejam apresentados pelo protocolo (Câmara) pela Comissão de Protecção de Menores.

Por ordem de inscrição e respeitando as vagas na respectiva valência.

As pré-inscrições têm a validade de 1 ano, mas o encarregado de educação tem de avisar a Instituição que continua interessado.

Durante a 1ª semana de Junho sairá a lista das crianças que a partir de Setembro vão frequentar a Instituição 

 


                                         *********************************************************************************************

 

No acto da inscrição efectiva (feita na secretaria), é obrigatória a entrega dos seguintes documentos fotocopiados:

  • Identificação da criança e restante agregado familiar;

  • Cartão de contribuinte dos pais / encarregado de educação;

  • Últimos recibos de vencimento dos pais / encarregados de educação;

  • Último recibo da renda de casa ou documento de amortização;

  • IRS do ano anterior e respectiva nota de liquidação;

  • Número de Identificação da Segurança Social (NISS) da criança;

  • Boletim de vacinas actualizado;

  • Cartão de utente (consultas médicas);

  • Declaração médica comprovativa de que a criança não sofre de doença infecto-contagiosa e que pode frequentar a instituição;

  • No caso de haver doença crónica de tratamento permanente deverá apresentar documento comprovativo quer do médico quer da despesa mensal;

  • Despesa com transportes públicos devidamente comprovados do trajecto casa/trabalho;

  • Proposta de sócio devidamente preenchida e assinada.


Estes elementos farão parte do processo individual de cada criança.

O ano lectivo inicia-se em Setembro. 



Autenticação



Inquérito

Gosta do nosso sitio?